Arquivo | junho 2012

Adote um Referencial

A ideia do post surgiu a partir de uma conversa com uns colegas de trabalho. O assunto eram as camisetas bem humoradas que os estudantes de física fazem com ilustrações e frases engraçadas que misturam física com as outras coisas.

Quando eu vi o “Adote um Referencial” achei muito engraçado e bem sacado, fiquei me lembrando depois e Deus falou comigo.

O conceito de referencial é um dos primeiros conceitos que se fala nas aulas de física da escola. Com aquela pergunta “Nós estamos parados ou em movimento?” e aquela resposta clássica: “Depende do referencial”.

No passado acreditava-se que a Terra estava parada, porque do nosso ponto de referência é assim que a percebemos. Hoje se sabe que a Terra executa movimentos, a rotação é um exemplo. E aquela história de saber se o sinal é positivo ou negativo? A maioria se confunde nisso. Pode parecer bobagem, mas não é. De fato na física tudo depende do referencial.

No nosso cotidiano as vezes, somos tomados por dúvidas acerca de nossas ações e pensamentos e nos perguntamos “será que isso é pecado” ou “fazer aquilo é mesmo errado” “Eu acho que não tem nada demais” Eu vou te responder com a mesma reposta clássica da física: “Depende do referencial”

O padrão de Deus é a santidade. “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação” (I Tessalonicenses 4:3). Ele mesmo disse: “Portanto santificai-vos, e sede santos, pois eu sou o Senhor vosso Deus” (Levítico 20:7). E o seu referencial para esse padrão de santidade é Jesus “O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano.”(I Pedro 2:22).

O propósito de Deus é que Seus filhos sejam semelhantes à Jesus. “Ele nos escolheu para sermos conforme à imagem de Seu Filho” (Romanos 8:29).

Então quando você estiver em dúvida reflita “Jesus faria isso?” “O que Jesus faria?” Adote um referencial, eu diria mais, diria adote o referencial. Escolha o certo. Seja Jesus o seu referencial e exemplo.

De Quem é Essa Voz

Que Deus fala com a gente é fato. Mas, o que todos querem saber é como escutar a voz Dele. Todo mundo que se relaciona, ou quer se relacionar com Deus já teve essa dúvida: Será que dá pra ouvir a voz Deus? Eu ousaria dizer que sim. E gostaria fazer uma série de posts sobre a propagação do som para mostrar como isso é possível. Vem comigo?

O som é uma onda mecânica, produzida pela vibração de algum corpo ou material. O som da nossa voz, por exemplo, é produzido quando o ar vindo dos pulmões passa pelas pregas vocais, fazendo-as vibrar. O ar vai se modificando e articulando os sons que quando são emitidos pela boca, criam a onda sonora que vai atingir o ouvinte.

As diferentes velocidades de vibração (que na física a gente chama de frequência) existem por causa das diferenças anatômicas das cordas vocais de cada pessoa. Alguns falam grave, outros mais agudo e assim cada um tem sua voz característica que pode ser reconhecida e até imitada.

O que diferencia um som de outro é a frequência da vibração que o produziu. O ouvido humano é capaz de ouvir sons com frequência entre 20 Hz e 20000 Hz. A frequência da voz humana está entre esse intervalo, por isso nós conseguimos ouvir uns aos outros.

E a voz de Deus, com que frequência se propaga? Eu sinceramente não faço a mínima ideia, mas tenho certeza que podemos ouvi-la e reconhecê-la. Na bíblia, no livro de João capítulo 10 Jesus diz que Ele é o bom pastor, e que suas ovelhas ouvem, conhecem a sua voz e o seguem.

A questão aqui não é só ouvir a voz de Deus, mas também conhecê-la. Um bebê é capaz de conhecer a voz de sua mãe. Quando a gente ouve muito determinado cantor é capaz de reconhecer a sua voz, mesmo que ele esteja cantando uma música diferente.

Ai você vai me perguntar: como vou reconhecer a voz de Deus se nem sou capaz de ouvi-la? Ei eu vou te responder que: Deus está falando com você e pode ser até que você já esteja ouvindo, mas não consiga reconhecer. Por que para reconhecer a voz de Deus precisamos conversar muito com ele, através da oração; familiarizar-nos com suas várias maneiras de falar, seja através da palavra, dos irmãos ou do silêncio, por exemplo. O primeiro passo para ouvir e reconhecer a voz de Deus é conversar bastante com Ele.

Condutor ou Isolante?

O que você faz com as coisas que recebe de Deus? As bênçãos, a vida nova que Ele te deu, as coisas que Ele te fala, e o que você aprende Dele? Você é do tipo que compartilha com as outras pessoas ou guarda tudo pra você?

Dividir experiências pessoais com o propósito de edificar a outra pessoa é uma das formas de ser usado por Deus. Existem outras. Essa é apenas uma delas. É uma sensação ótima, poder ajudar outra pessoa a superar dificuldades que a gente já superou em Deus. A bíblia chama isso de consolar. “Bendito seja o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.” (II Coríntios 1:2-4).

O que você quer ser no Reino de Deus, condutor ou isolante? Quer deixar Deus te usar ou prefere não compartilhar seus aprendizados com ninguém?

Na física chamamos de condutores os corpos que são susceptíveis de transmitir calor e eletricidade, o princípio é o mesmo. Um condutor é caracterizado pela facilidade de transferência de elétrons, os metais são bons exemplos disso. Por isso os fios elétricos são de metal.

Seguindo a mesma ideia, isolantes são materiais que proporcionam barreiras ao calor e eletricidade. Como exemplo, posso citar a borracha e plásticos que revestem os fios permitindo que a corrente elétrica seja conduzida de forma segura.

Os isolantes possuem poucos elétrons livres, e o que torna um material um bom condutor é a quantidade de elétrons livres que ele apresenta.

Espero que ninguém queira se tornar um isolante de Deus. Então surge a pergunta: O que eu preciso para ser um bom condutor no Reino de Deus? Antes de tudo é preciso disponibilidade, se você quiser e estiver disponível, Deus vai usá-lo. Depois, sensibilidade ao que Deus está falando com você, para adquiri-la invista um tempo em oração e meditação na palavra de Deus, um pouco de ousadia também é importante para abrir a boca na hora certa de abençoar alguém.