Arquivos

Isolamento Acústico

O isolamento acústico é o processo que impede a transmissão sonora de um ambiente para o outro. O som é uma onda mecânica e para isolá-lo usam-se camadas de materiais densos que dissipam a energia da onda sonora.

Isso é muito útil para minimizar os ruídos que tanto nos incomodam. Quem nunca precisou fechar uma porta para se concentrar em alguma coisa? Nesse exemplo comum a porta e as paredes funcionam como isolantes do som. Em algumas situações o isolamento acústico além de útil é indispensável, como nos estúdios musicais, por exemplo.

Não quero entrar em muitos detalhes sobre isolamento acústico, afinal esse é um blog sobre as coisas que Deus fala e acredito que ninguém por aqui esteja interessado em saber como isolar Sua doce voz.

O fato, entretanto é que existe algo capaz de fazê-lo, o pecado. O pecado nos atrapalha em ouvir a voz de Deus, eu diria mais, diria que não só nos atrapalha de ouvi-lo como também impede que ele ouça nossas súplicas. “Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça.” (Isaías 59:2)

Quando alguém precisa de um isolamento acústico, contrata uma empresa especializada que faz um tratamento, nas janelas, portas, paredes pisos ou tetos. Para minimizar o efeito desse isolamento basta abrir as janelas.

E para resolver o problema do isolamento acústico causado pelo pecado? A solução é simples e está disponível para todos que quiserem. É Jesus, mais precisamente seu sangue, e a confissão desses pecados. “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado” (I João 1:7)

Livre-se do isolamento acústico, afastando-se do pecado. quando por ventura pecar, confesse pois “Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça” (I João 1:9)

Sintonize-se

Continuando a falar sobre ouvir a voz de Deus e sobre a propagação do som gostaria de fazer uma reflexão sobre o funcionamento do rádio. Você sabe como funciona o rádio? Qual é o mecanismo que nos permite selecionar estações diferentes e o que isso tem haver com as coisas que Deus fala?

O rádio é um instrumento que transmite sinais através da modulação das ondas eletromagnéticas. Dois componentes básicos são necessários um transmissor, que envia a informação, e um receptor que recebe. Fazendo uma analogia simples, se Deus é o transmissor, a informação é o que Ele quer nos falar e nós somos os receptores.

Para enviar uma mensagem o transmissor a codifica em uma onda senoidal e a transmite em uma onda de rádio. Cada sinal de rádio diferente usa uma frequência de onda senoidal, é dessa forma, que os sinais são todos separados. Quando o receptor recebe as ondas, ele as decodifica.

As ondas de rádio têm diferentes frequências e para escolher a estação certa e ouvir o que te interessa você precisa sintonizar seu receptor em uma frequência específica, pois um receptor recebe milhares de informações. Na nossa analogia também é assim, além da voz de Deus, ouvimos pessoas que querem nos ajudar, outras que tentam nos atrapalhar, ouvimos a voz do diabo e também nossas próprias convicções e medos.

Então entra em ação o sintonizador que tem o trabalho de separar uma onda das milhares de ondas que o receptor recebe. No nosso caso o sintonizador é o Espírito Santo que nos ajuda a receber as mensagens de Deus. Os sintonizadores funcionam usando um princípio chamado ressonância, eu já escrevi sobre a ressonância aqui.

Os sintonizadores ressoam e amplificam uma frequência específica e ignoram todas as outras. Para que o Espírito nos ajude a sintonizar a voz de Deus precisamos estar em comunhão frequente com Ele. Glória a Deus pelo Espírito Santo que está aqui para nos fazer ouvir e lembrar tudo o que Deus nos diz (Joaão 14:26).

De Quem é Essa Voz

Que Deus fala com a gente é fato. Mas, o que todos querem saber é como escutar a voz Dele. Todo mundo que se relaciona, ou quer se relacionar com Deus já teve essa dúvida: Será que dá pra ouvir a voz Deus? Eu ousaria dizer que sim. E gostaria fazer uma série de posts sobre a propagação do som para mostrar como isso é possível. Vem comigo?

O som é uma onda mecânica, produzida pela vibração de algum corpo ou material. O som da nossa voz, por exemplo, é produzido quando o ar vindo dos pulmões passa pelas pregas vocais, fazendo-as vibrar. O ar vai se modificando e articulando os sons que quando são emitidos pela boca, criam a onda sonora que vai atingir o ouvinte.

As diferentes velocidades de vibração (que na física a gente chama de frequência) existem por causa das diferenças anatômicas das cordas vocais de cada pessoa. Alguns falam grave, outros mais agudo e assim cada um tem sua voz característica que pode ser reconhecida e até imitada.

O que diferencia um som de outro é a frequência da vibração que o produziu. O ouvido humano é capaz de ouvir sons com frequência entre 20 Hz e 20000 Hz. A frequência da voz humana está entre esse intervalo, por isso nós conseguimos ouvir uns aos outros.

E a voz de Deus, com que frequência se propaga? Eu sinceramente não faço a mínima ideia, mas tenho certeza que podemos ouvi-la e reconhecê-la. Na bíblia, no livro de João capítulo 10 Jesus diz que Ele é o bom pastor, e que suas ovelhas ouvem, conhecem a sua voz e o seguem.

A questão aqui não é só ouvir a voz de Deus, mas também conhecê-la. Um bebê é capaz de conhecer a voz de sua mãe. Quando a gente ouve muito determinado cantor é capaz de reconhecer a sua voz, mesmo que ele esteja cantando uma música diferente.

Ai você vai me perguntar: como vou reconhecer a voz de Deus se nem sou capaz de ouvi-la? Ei eu vou te responder que: Deus está falando com você e pode ser até que você já esteja ouvindo, mas não consiga reconhecer. Por que para reconhecer a voz de Deus precisamos conversar muito com ele, através da oração; familiarizar-nos com suas várias maneiras de falar, seja através da palavra, dos irmãos ou do silêncio, por exemplo. O primeiro passo para ouvir e reconhecer a voz de Deus é conversar bastante com Ele.

O Poder da Ressonância

Todo mundo que já brincou em balanço sabe como funciona. Você pode não saber o que é ressonância, mas sabe como deve mover o corpo pra o balanço ir mais alto e mais rápido. O balanço está se movendo com uma frequência, o seu corpo está se movendo com outra frequência e quando essas frequências coincidem o balanço passar a ir mais alto e mais rápido. Isso é ressonância.

Todos os objetos têm uma ou mais frequências que “gosta” de vibrar, são as frequências naturais de vibração. Quando o objeto é estimulado por algum agente externo em uma de suas frequências naturais ocorre ressonância e o objeto passa a vibrar com amplitude maior.

Uma ponte desabou nos Estados Unidos, na década de 40, ela balançava toda vez que o vento soprava um pouco mais forte. Na ressonância os movimentos da ponte aumentaram tanto que ela desabou.

Quando a nossa vontade entra em ressonância com a vontade de Deus, podemos ir mais alto

Deus tem a sua vontade, seus planos, propósitos e quando a nossa vontade entra em ressonância com a vontade de Deus, Ele concede os desejos do nosso coração.

Vamos usar o poder da ressonância. O texto diz “Agrada-te do Senhor e ele satisfará os desejos do teu coração.” (Salmo 37:4). Agradar-se do Senhor é agradar-se da vontade do Senhor. Quando a gente faz isso, Ele coloca o desejo Dele no nosso coração. Então Ele se agrada em satisfazer os desejos que Ele fez nascer em nosso coração. Isso eu aprendi no testemunho do Fernando.

Quando o nosso coração não está movido pela vontade do Senhor, as nossas prioridades também não vão ser guiadas pelo Senhor. Deus nunca vai extirpar de nós a nossa vontade, nem se intrometer em nossas decisões, mas Ele deseja e clama, que a nossa vontade esteja em ressonância com a vontade Dele. Isso eu aprendi com o João.

Deus quer que no nosso coração haja o desejo de agradá-lo. E assim vai ser fácil experimentar qual seja a “boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” (Romanos 12:2).

Escolha a Posição de Equilíbrio

Nesses últimos dias, durante o feriado de carnaval, tive a oportunidade de ouvir ministrações muito preciosas sobre o Espírito Santo e a Graça de Deus.

A graça é uma das formas de expressão das compaixões de Deus, nos explicou o Luís Leal, irmão que veio da Argentina para nos falar mais sobre esse assunto. Que graça o Luís tem pra falar sobre a graça. Tudo faz sentido, hoje eu posso ver claramente!

O que é a graça senão que Deus nos aceita? “Pela sua graça, nos fez agradáveis a si no Amado” (Efésios 1:6). Deus nos aceitou. A aceitação de Deus é o maior presente que um ser humano pode receber, nós a recebemos através de Jesus. Não é preciso fazer nada para ser aceito por Deus. É de graça e por isso se chama graça.

Muitos não sabem usar esse presente. Esquecem a graça e vivem escravos do legalismo. “não estamos debaixo da lei” (Romanos 6:14). Outros abusam da graça e a confundem com libertinagem. “E então, pecaremos porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum!” (Romanos 6:15).

O Luís usou o pêndulo como figura para explicar a graça. Opa, pera ai! Pêndulo, movimento harmônico simples, Física… Adoro!

Fique parado na posição de equilíbrio

Ele nos falou que a graça de Deus é como um pêndulo. Se formos a uma extremidade temos a libertinagem, se formos à outra extremidade temos o legalismo. Sabe em qual posição o discípulo de cristo deve está? No meio. Na posição de equilíbrio.

Aqui, cabe uma consideração sobre a posição de equilíbrio. Quando o pêndulo está parado na posição de equilíbrio, sua energia é nula. Não há energia cinética, nem potencial.

É exatamente onde Deus quer que você esteja. Parado na posição de equilíbrio. Não use sua energia, “não é pelas obras; do contrario, a graça já não é graça.” (Romanos 11:6). Deus já fez todo trabalho em Jesus. Você só precisa receber.