Arquivo de Tag | Deus

Sintonize-se

Continuando a falar sobre ouvir a voz de Deus e sobre a propagação do som gostaria de fazer uma reflexão sobre o funcionamento do rádio. Você sabe como funciona o rádio? Qual é o mecanismo que nos permite selecionar estações diferentes e o que isso tem haver com as coisas que Deus fala?

O rádio é um instrumento que transmite sinais através da modulação das ondas eletromagnéticas. Dois componentes básicos são necessários um transmissor, que envia a informação, e um receptor que recebe. Fazendo uma analogia simples, se Deus é o transmissor, a informação é o que Ele quer nos falar e nós somos os receptores.

Para enviar uma mensagem o transmissor a codifica em uma onda senoidal e a transmite em uma onda de rádio. Cada sinal de rádio diferente usa uma frequência de onda senoidal, é dessa forma, que os sinais são todos separados. Quando o receptor recebe as ondas, ele as decodifica.

As ondas de rádio têm diferentes frequências e para escolher a estação certa e ouvir o que te interessa você precisa sintonizar seu receptor em uma frequência específica, pois um receptor recebe milhares de informações. Na nossa analogia também é assim, além da voz de Deus, ouvimos pessoas que querem nos ajudar, outras que tentam nos atrapalhar, ouvimos a voz do diabo e também nossas próprias convicções e medos.

Então entra em ação o sintonizador que tem o trabalho de separar uma onda das milhares de ondas que o receptor recebe. No nosso caso o sintonizador é o Espírito Santo que nos ajuda a receber as mensagens de Deus. Os sintonizadores funcionam usando um princípio chamado ressonância, eu já escrevi sobre a ressonância aqui.

Os sintonizadores ressoam e amplificam uma frequência específica e ignoram todas as outras. Para que o Espírito nos ajude a sintonizar a voz de Deus precisamos estar em comunhão frequente com Ele. Glória a Deus pelo Espírito Santo que está aqui para nos fazer ouvir e lembrar tudo o que Deus nos diz (Joaão 14:26).

Anúncios

De Quem é Essa Voz

Que Deus fala com a gente é fato. Mas, o que todos querem saber é como escutar a voz Dele. Todo mundo que se relaciona, ou quer se relacionar com Deus já teve essa dúvida: Será que dá pra ouvir a voz Deus? Eu ousaria dizer que sim. E gostaria fazer uma série de posts sobre a propagação do som para mostrar como isso é possível. Vem comigo?

O som é uma onda mecânica, produzida pela vibração de algum corpo ou material. O som da nossa voz, por exemplo, é produzido quando o ar vindo dos pulmões passa pelas pregas vocais, fazendo-as vibrar. O ar vai se modificando e articulando os sons que quando são emitidos pela boca, criam a onda sonora que vai atingir o ouvinte.

As diferentes velocidades de vibração (que na física a gente chama de frequência) existem por causa das diferenças anatômicas das cordas vocais de cada pessoa. Alguns falam grave, outros mais agudo e assim cada um tem sua voz característica que pode ser reconhecida e até imitada.

O que diferencia um som de outro é a frequência da vibração que o produziu. O ouvido humano é capaz de ouvir sons com frequência entre 20 Hz e 20000 Hz. A frequência da voz humana está entre esse intervalo, por isso nós conseguimos ouvir uns aos outros.

E a voz de Deus, com que frequência se propaga? Eu sinceramente não faço a mínima ideia, mas tenho certeza que podemos ouvi-la e reconhecê-la. Na bíblia, no livro de João capítulo 10 Jesus diz que Ele é o bom pastor, e que suas ovelhas ouvem, conhecem a sua voz e o seguem.

A questão aqui não é só ouvir a voz de Deus, mas também conhecê-la. Um bebê é capaz de conhecer a voz de sua mãe. Quando a gente ouve muito determinado cantor é capaz de reconhecer a sua voz, mesmo que ele esteja cantando uma música diferente.

Ai você vai me perguntar: como vou reconhecer a voz de Deus se nem sou capaz de ouvi-la? Ei eu vou te responder que: Deus está falando com você e pode ser até que você já esteja ouvindo, mas não consiga reconhecer. Por que para reconhecer a voz de Deus precisamos conversar muito com ele, através da oração; familiarizar-nos com suas várias maneiras de falar, seja através da palavra, dos irmãos ou do silêncio, por exemplo. O primeiro passo para ouvir e reconhecer a voz de Deus é conversar bastante com Ele.

Condutor ou Isolante?

O que você faz com as coisas que recebe de Deus? As bênçãos, a vida nova que Ele te deu, as coisas que Ele te fala, e o que você aprende Dele? Você é do tipo que compartilha com as outras pessoas ou guarda tudo pra você?

Dividir experiências pessoais com o propósito de edificar a outra pessoa é uma das formas de ser usado por Deus. Existem outras. Essa é apenas uma delas. É uma sensação ótima, poder ajudar outra pessoa a superar dificuldades que a gente já superou em Deus. A bíblia chama isso de consolar. “Bendito seja o Deus de toda a consolação; Que nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.” (II Coríntios 1:2-4).

O que você quer ser no Reino de Deus, condutor ou isolante? Quer deixar Deus te usar ou prefere não compartilhar seus aprendizados com ninguém?

Na física chamamos de condutores os corpos que são susceptíveis de transmitir calor e eletricidade, o princípio é o mesmo. Um condutor é caracterizado pela facilidade de transferência de elétrons, os metais são bons exemplos disso. Por isso os fios elétricos são de metal.

Seguindo a mesma ideia, isolantes são materiais que proporcionam barreiras ao calor e eletricidade. Como exemplo, posso citar a borracha e plásticos que revestem os fios permitindo que a corrente elétrica seja conduzida de forma segura.

Os isolantes possuem poucos elétrons livres, e o que torna um material um bom condutor é a quantidade de elétrons livres que ele apresenta.

Espero que ninguém queira se tornar um isolante de Deus. Então surge a pergunta: O que eu preciso para ser um bom condutor no Reino de Deus? Antes de tudo é preciso disponibilidade, se você quiser e estiver disponível, Deus vai usá-lo. Depois, sensibilidade ao que Deus está falando com você, para adquiri-la invista um tempo em oração e meditação na palavra de Deus, um pouco de ousadia também é importante para abrir a boca na hora certa de abençoar alguém.

Mantenha o Equilíbrio

Já brincou com o João bobo? Não importa o quanto você o incline, ele balança, mas sempre volta a ficar de pé. Não passa de uma brincadeirinha de criança, mas o boneco João bobo é um exemplo simples de um conceito importante da física.

Onde está o seu centro de gravidade?

Na mecânica clássica, para cálculos e outros efeitos, admite-se que todo o peso de um corpo está concentrado em um único ponto. Esse ponto é o centro de gravidade. Ele não precisa necessariamente coincidir com o centro geométrico do corpo. No João bobo, está na parte de baixo do boneco. Assim o formato arredondado, a distribuição da massa e o baixo centro de gravidade fazem o boneco manter-se de pé mesmo se inclinado.

Na física diz-se que o boneco João bobo está em equilíbrio estável. Quando um corpo está em equilíbrio estável, ao sofrer uma perturbação, mesmo que ele oscile, sempre volta à condição de equilíbrio.

Então, Deus falou comigo. “Onde está o seu centro de gravidade? Pois onde estiver o seu centro de gravidade, ai estará o seu equilíbrio.” Como discípulos, devemos manter o nosso centro de gravidade em Deus, isso quer dizer colocar a nossa confiança Nele “Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti. Confiai no Senhor perpetuamente; porque o Senhor Deus é uma rocha eterna” (Isaías 26:3-4).

A brincadeira com João bobo é tentar derrubá-lo, mas o seu centro de gravidade estrategicamente posicionado o mantem em sua posição de equilíbrio, ele inclina, mas não cai. Ao colocar sua confiança em Deus, tribulações, problemas e dificuldades não vão te fazer cair. “Não temerá más notícias; o seu coração está firme, confiando no Senhor. O seu coração está bem confirmado, ele não temerá” (Salmo 112:7-8).

A bíblia nos ensina a como manter esse equilíbrio em Deus para não cair. “Portanto, irmãos, procurai fazer cada vez mais firme a vossa vocação e eleição; porque, fazendo isto, nunca jamais tropeçareis” (II Pedro 1:10). Colocar o centro de gravidade em Deus é a maneira certa de manter o equilíbrio.

Diagnóstico Por Imagem

Quando vamos ao médico e ele precisa investigar as causas do problema que nos levou até lá, ele solicita um exame para diagnóstico. As possibilidades são várias.

Muita gente nem imagina, mas os exames super modernos de diagnóstico por imagem tem tudo haver com física. Tudo começou com o Roentegen, a ele se atribui a descoberta dos raios x. Quando ele descobriu que os então desconhecidos raios eram capazes de impressionar películas fotográficas e era possível ver a estrutura óssea; tirar radiografia virou a sensação do momento.

Conta-se que todos queriam tirar uma radiografia para ver e mostrar como era sua caixa toráxica ou como o pé ficava dentro do sapato. Exageros a parte, imagine a revolução que isso representou na medicina, a possibilidade de ver dentro do corpo humano sem a necessidade de abri-lo. Desde então os cientistas e engenheiros trabalham para aperfeiçoar os aparelhos e a qualidade das imagens. Eu tenho que dizer que eles têm alcançado seus objetivos.

Antes que eu me empolgue e comece a falar mais sobre radiação, assunto que eu gosto muito; vamos ao que interessa. É que o Paulinho falou hoje que teve que fazer um exame de ressonância magnética e ficou impressionado com a imagem obtida. Ressonância magnética não tem radiação, é campo magnético  mais também tem tudo haver com física.

Voltando ao que o Paulinho falou, “Entrei naquele tubo, depois quando vi o exame, vi como, sou por dentro”. É realmente uma coisa impressionante, e o que o Paulinho disse depois é que Deus nos conhece melhor do que qualquer exame de diagnóstico que possa existir.

Tá na bíblia: “Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Meus ossos não estavam escondidos de ti quando em secreto fui formado e entretecido como nas profundezas da terra. Os teus olhos viram o meu embrião”. (Salmo 139: 13, 15-16)

Diante disso eu só tenho a dizer o que o próprio salmista já disse “maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem” (Salmo 119: 14).

Deus nos conhece por fora, pro dentro, de cabeça pra baixo e pelo avesso. Não adianta se esconder ou fingir. Ele é capaz de diagnosticar o meu pecado mais íntimo e sondar meu interior.

Sou muito grata a Ele por isso, e como Davi quero clamar: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno”. (Slamo 139:23-24)

Quanto Mais Perto Maior

Os admiradores da lua e as pessoas mais observadoras perceberam como ela estava especialmente linda no último sábado dia 05/05. Estava mesmo, foi a maior lua cheia de 2012. É que a lua estava em perigeu. Calma, eu explico.

Perigeu é o nome que se dá quando a lua, satélite natural está nos pontos mais próximos da Terra. Quando essa posição coincide com a lua cheia acontece o que os astrônomos chamam de Superlua ou Superlua cheia. Foi exatamente isso que aconteceu nesse sábado.

“Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus”

No alto da sé em Olinda (cidade onde moro) dois telescópios foram disponibilizados gratuitamente para que o público acompanhasse o fenômeno lunar. Infelizmente eu não pude ir, mas pude contemplar a beleza do céu enquanto voltava pra casa depois de um dia cheio.

Nesse período de perigeu a proximidade causa a sensação de que a Lua está bem maior e mais brilhante do que a média. É tudo uma questão de perspectiva, quanto mais perto da lua, maior ela parece pra nós. Um espetáculo lindo proporcionado pelo criador.

Li sobre isso e fiquei refletindo sobre o nosso relacionamento com Deus. Deus falou comigo. Quando estou mais perto de Deus, isto é, quando faço a sua vontade permaneço firme na leitura da palavra e nas orações; tenho a sensação que Ele é maior e mais real, minha fé fica fortalecida. Não é assim com você?

Quando estou longe Dele, distraída com os cuidados desse mundo, minha alma é levada a duvidar do Seu poder e presença. Isso é muito perigoso. Minhas escolhas e decisões irão determinar a minha posição em relação a Deus.

Se você perdeu a beleza da lua cheia do perigeu 2012, não se preocupe. Em junho de 2013 tem de novo. Mas se você está longe de Deus, não precisa esperar tanto tempo. Comece a se aproximar agora mesmo. Feche os olhos ai onde estiver e fale com Ele. Mesmo que você o sinta longe “Porventura sou eu Deus de perto, diz o Senhor, e não também Deus de longe?” (Jeremias 23:23). Você nunca estará tão longe ao ponto de Deus não poder alcança-lo.

Ora que Melhora

Sabe aquela sensação maravilhosa que a gente sente quando come chocolate. Não consigo descrever, mas é uma coisa muito boa. Acredito que todos sabem do que estou falando. Essa sensação de prazer e alívio é fisiológica e está diretamente ligada à produção de endorfina, substância responsável por melhorar o humor, causando sensação de bem-estar.

Dia desses, eu estava aqui em casa super estressada arrumando uns papeis da faculdade que estavam misturados com outros também importantes, eu não conseguia achar o que precisava e estava cheia de coisa pra resolver. Ai eu parei tudo e disse “Preciso de endorfina, urgente”. Fui procurar um chocolate perdido pela casa. Acreditem, sempre tem um por aqui. Achei e comi.

Senti a sensação de alívio, voltei a fazer o que estava fazendo e Deus falou comigo. Eu não preciso de chocolate pra me sentir aliviada nos momentos de estresse, tudo que eu preciso fazer é orar e entregar nas mãos do Senhor. Posso garantir por experiência própria que é mais eficiente do que comer chocolate e não engorda.

A oração é a ferramenta que o cristão tem para se comunicar com Deus. Essa comunicação abrange conversas informais, desabafos, confissões, elogios, agradecimentos e pedidos. Só não vale murmurar. Murmurar não!

O próprio Jesus Disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.” (Mateus 11:29). Se você já experimentou esse descanso através da oração, sabe do que estou falando.

Descansar no Senhor nem se compara com a sensação de alívio e prazer que o chocolate traz. É muito melhor. É ter a certeza de que Ele está cuidando de tudo. Se você nunca tentou, eu te desafio a experimentar, sei que você não vai se arrepender. Isso não tem haver com física, mas fica a dica.